advisor

Mau hálito - Uma doença ou um indicador disso?

por Wildsmile

O mau hálito, ou halitose, é uma condição que produz um cheiro desagradável dentro da boca e que, quando a pessoa fala, ela se espalha e é percebida por seus interlocutores. Um erro comum é acreditar que a solução é recorrer a enxaguatório bucal, balas mentoladas e gomas de mascar. Parte da responsabilidade disso é a publicidade que nos diz metade da verdade: que o mau hálito pode ser erradicado por até doze horas, graças a esses produtos. No entanto, nenhum deles ataca a causa verdadeira, que pode ser mais grave do que parece e é conveniente tratá-la na raiz.

1 - Causas e sintomas de mau hálito

As causas do mau hálito são diversas e variadas. Alguns são tão simples quanto falta de higiene bucal, enquanto outros podem se referir a doenças dos órgãos internos:

·         Má higiene bucal: não fazer uma escovação ao levantar e após cada refeição, além de omitir o uso de fio dental, permite a proliferação de bactérias nos espaços entre os dentes na superfície e nas faces laterais. Quando se reproduzem, as bactérias formam a placa bacteriana e, além de expor você a doenças periodontais, produzem ml de respiração. A su vez, la lengua también es un terreno fértil para la proliferación de las bacterias. Por ende, hay que cepillarla a diario.

·         Alimentos: alguns alimentos são bem conhecidos por gerar mau hálito, como no alho e na cebola. Uma característica a ser levada em conta é que o cheiro desagradável provém dos pulmões, pois estes recebem o sangue com os componentes da comida, o que faz com que, ao expirar, o ar já chegue ao cheiro. Por esse motivo, escovar os dentes é uma solução que dura apenas alguns minutos. Por outro lado, certos alimentos, como creme duplo, especialmente quando tomados quentes com café, irritam o fígado e o estômago, o que causa um mau hálito momentâneo.

·         Tabaquismo: Além do cheiro característico do tabaco impregnado na cavidade oral, os fumantes desenvolvem uma propensão a desenvolver doenças gengivais, que também são uma fonte de mau hálito.

·         Álcool: as bebidas alcoólicas, por irritação do sistema digestivo que produzem ou por sua própria fermentação, geram halitose temporária.

·         Boca seca: a saliva é um ótimo removedor de bactérias orais. Geralmente ocorre durante o sono, especialmente quando você dorme com a boca aberta e de costas. Esta condição explica o mau hálito da manhã. No entanto, quando a pessoa sofre de doença da boca seca, é uma condição crônica, pelo que o mau hálito será permanente.

·         Medicamentos: Existem duas razões pelas quais certos medicamentos produzem mau hálito: porque secam a boca e liberam certos produtos químicos na corrente sanguínea que produzem mau hálito.

·         Infecções na boca: cárie dentária, doença gengival ou feridas circunstanciais, como feridas ou feridas pós-cirúrgicas, geralmente causam essa condição.

·         Doenças do sistema digestivo: gastrite, úlcera estomacal e certos tipos de câncer geram halitose.

O único sintoma do mau hálito é o cheiro desagradável que sai da boca quando é falado ou quando expiramos. O engraçado do mau hálito é que muitas pessoas afirmam tê-lo quando não é, enquanto outras o ignoram, mas o fazem.

2 - Consequências do mau hálito

O mau hálito em si só apresenta a consequência de gerar vergonha e vergonha na pessoa que sofre. No entanto, as consequências mais graves são aquelas que podem causar as causas do mau hálito.

Ou seja, a halitose leva a pessoa a limitar seus contatos sociais, bem como as instâncias de socialização. O problema não é o mau hálito, mas a causa disso, pois se é causada por gastrite e não é tratada, pode levar a uma úlcera e é pior.

3 - Tratamento de mau hálito

Se o mau hálito for causado por falta de higiene bucal ou ingestão de alimentos, a solução é realizar uma profunda higiene diária (escovação e uso do fio dental corretos), ir ao dentista para uma limpeza do tártaro a cada seis meses e escovar a língua .

Quando é devido a alimentos, só pode ser evitado se não consumi-los, pois não há nada que possa neutralizar o cheiro de alho, por exemplo.

No entanto, quando a halitose é causada por agentes como doenças ou medicamentos, devemos recorrer ao nosso médico para tratar a doença ou solicitar um medicamento substituto, se possível.

Outra recomendação muito útil é mudar a dieta para uma mais saudável. Por exemplo, comer vegetais regula o pH do estômago, o que impede o aparecimento de mau hálito devido à irritação do estômago.

Se o problema que causa a boca seca crônica, recomenda-se a goma de mascar. É importante esclarecer que não é mascarando o cheiro desagradável que essa medida é útil, mas porque a mastigação estimula as glândulas salivares a produzir saliva, o que impede o mau hálito da boca seca.

Tem alguma questão sobre este artigo?

Nós entramos em contacto!

* Campos obrigatórios

Branqueamento Dentário: Mitos

O branqueamento dos dentes é um processo que está no topo de sua existência. Ter dentes brancos tornou-se uma das prioridades estéticas de muitos de nós. Isso levou ao surgimento de mitos sobre o assunto.

Como realizar a Higiene Oral do seu bebé

A higiene oral é um dos hábitos que permanecerão com seu bebé ao longo da vida. Assim como tomar banho diariamente e escovar os cabelos, limpar os dentes tem a mesma, ou até maior, importância.

Saúde Oral: cuidados diários

Para manter a saúde oral adequada, é necessário realizar uma série de práticas diárias e metódicas. Vamos ver o que é esta condição e como ela é feita de maneira eficaz.