Poupe 40% de desconto ao aderir ao seu plano dentário com pagamento anual.

Peri-implantite: Risco de perda do implante dentário

Tem implantes dentários? Cuide bem deles, porque existe uma doença que pode causar a sua remoção. Neste artigo, aprenda tudo o que precisa de saber sobre a peri-implantite.

Saúde Dentária em Crianças: Quais são os tratamentos dentários mais importantes?

Cuidar da saúde dentária dos seus filhos é essencial desde o primeiro ano de vida. Graças a estes tratamentos dentários, os seus dentes podem crescer saudáveis e fortes.

Implantes dentários: O que são?

Os implantes dentários tornaram-se os substitutos perfeitos das Próteses Dentárias Removíveis devido ao facto de serem bastante práticos, terem um baixo risco e não ser necessário desgastar os dentes para a sua colocação. Saiba mais sobre as vantagens e tipos de implantes dentários.

Ortodontia, o que é e como funciona?

O objetivo da Ortodontia é corrigir o alinhamento defeituoso dos dentes. Esse tratamento tem duração média de um ano e meio e inclui 7 fases: Estudo, alinhamento, correção, fechamento de espaço, acabamento e finalização, remoção e retenção.

advisor

Doença periodontal: um inimigo não tão silencioso

por Wildsmile

Os dentes são mantidos no lugar graças ao apoio dado pelas gengivas. No entanto, maus hábitos de escovação podem levar a infeção nos tecidos da gengiva, tornando-os não mais um suporte eficaz. É aqui que nos deparamos com a doença periodontal, a principal causa da perda de dentes em adultos.

Causas da doença periodontal

A periodontite, outra forma na qual a doença periodontal é conhecida, não só danifica o tecido mole que forma as gengivas, mas também corroi o osso no qual os dentes se apoiam. As causas da doença periodontal são pontuais e precisas e, na maioria dos casos, evitáveis e reversíveis:

  • - Higiene dental insuficiente
  • - Não verificação com o dentista
  • - Genética
  • - Tipos de bactérias existentes na sua boca
  • - Diabetes
  • - Osteoporose
  • - Tabaquismo

Às vezes, devido à falta de tempo ou ao esquecimento circunstancial, esquecemo-nos de escovar os dentes após cada refeição. Se adicionarmos a isso o fato de não passarmos o FIO DENTAL duas vezes por dia deparamos-nos com a principal causa de doença periodontal.

A falta de HIGIENE DENTÁRIA faz com que a placa bacteriana, uma camada composta por bactérias orais, adira às faces dos dentes e os espaços entre as gengivas e os dentes, causando infeção e eventual separação do dente da gengiva de apoio.


Sintomas da doença periodontal

Embora existam causas da doença periodontal que não podem ser prevenidas, revisões periódicas (pelo menos duas vezes por ano) com o dentista servem para detetar o problema e, assim, colocar uma solução antes que a doença atinja o solo.

Embora todos tenhamos bactérias na boca, não compartilhamos o mesmo tipo desses microrganismos. Isso explica por que algumas pessoas geram tártaro em seis meses, enquanto outras não geram tártaro em dois anos, considerando que eles têm os mesmos hábitos de higiene bucal.

Deveríamos entrar em alerta de doença gengival quando sentirmos um ou mais dos seguintes sintomas:

  • - Dor nas gengivas
  • - SANGRAMENTO NAS GENGIVAS
  • - Dor ou desconforto na mastigação
  • - Gengivas inchadas
  • - Sensibilidade gengival ao toque
  • - MAU HÁLITO
  • - Retração gengival
  • - Supuração na área de união entre dentes e gengivas
  • - Dentes soltos


Tipos de doença periodontal:

Periodontite crônica

É a mais comum de todas as periodontites. Geralmente, ela avança, embora também haja estágios nos quais as melhorias são experimentadas. Faz com que as gengivas se retraiam e o osso que suporta os dentes é reduzido até que não seja mais capaz de suportar os dentes.

Periodontite progressiva

Geralmente começa no início da juventude ou até na infância. Deve ser tratado, caso contrário, o osso é destruído e não cumpre mais sua função.

Periodontite necrosante

A principal característica é que apresenta a morte do tecido gengival. Como isso acontece como resultado da falta de suprimento de sangue para as gengivas, os ligamentos que ligam os dentes ao osso e o próprio osso também morrem. Normalmente, essa variante da doença ocorre apenas em pessoas que têm um sistema imunológico deprimido, o que ocorre quando tem uma dieta pobre, quando está em quimioterapia ou quando tem HIV.

 

Consequências da doença periodontal

  • - Perda de dentes
  • - Doenças do coração
  • - Condições pulmonares
  • - Artrite reumatóide

É possível que você aceite que a primeira consequência seja esperada, uma vez que é uma condição nos tecidos que sustentam os dentes, portanto, não é surpreendente que as peças dentárias possam ser perdidas. No entanto, espera-se que você se pergunte como pode ser que uma doença gengival acabe afetando o coração. A explicação é simples: essa doença gengival é causada por bactérias, que entram na corrente sanguínea e causam doenças das artérias coronárias, infeções respiratórias e outras doenças graves.

Tratamento da doença periodontal

Antes de iniciar o tratamento da periodontite, é necessário realizar um raio-x para avaliar a profundidade a que o tártaro atingiu. Depois que as imagens são tiradas, o dentista analisa o tipo de bactéria que está alojada nas gengivas. Este último é chamado de estudo microbiológico. Este estudo permitirá prescrever o antibiótico apropriado para cada caso.

Com o objetivo de remover o tártaro, é realizada a raspagem e o alisamento das raízes. Como é necessário introduzir um instrumento chamado cureta entre as gengivas e os dentes, que envolve o contato com os nervos da raiz, o procedimento deve ser realizado sob os efeitos da anestesia local. Se a regulamentação do país permitir, outra opção é usar o gás do riso (óxido nitroso).

Assim que esse procedimento terminar, seu dentista marcará uma consulta para fazer uma reavaliação das gengivas e, quando tudo voltar ao normal, um acompanhamento periódico.

Tem alguma questão sobre este artigo?

Nós entramos em contacto!

* Campos obrigatórios

Branqueamento Dentário: Mitos

O branqueamento dos dentes é um processo que está no topo de sua existência. Ter dentes brancos tornou-se uma das prioridades estéticas de muitos de nós. Isso levou ao surgimento de mitos sobre o assunto.

Implantes dentários: O que são?

Os implantes dentários tornaram-se os substitutos perfeitos das Próteses Dentárias Removíveis devido ao facto de serem bastante práticos, terem um baixo risco e não ser necessário desgastar os dentes para a sua colocação. Saiba mais sobre as vantagens e tipos de implantes dentários.

Prótese Dentária Removível: Tudo o que precisa saber

A prótese removível é um tratamento de restauração dentária que permite a sua remoção da boca à vontade. O seu objetivo é substituir um ou mais dentes que tiveram que ser removidos.